Alexandre de Moraes solta Marcelo Câmara, ex-assessor de Bolsonaro

Foto: Gustavo Moreno/SCO/STF
Foto: Gustavo Moreno/SCO/STF
COMPARTILHE
17/05/2024 08:15 | 2 min de leitura


O ministro Alexandre de Moraes (STF) determinou, nesta quinta-feira (16/5), a soltura do coronel do Exército Marcelo Câmara, ex-assessor de Bolsonaro. Preso no Setor Militar Urbano, ele deixará a cadeia sob a condição de usar tornozeleira eletrônica.

Câmara também está proibido de deixar Brasília e deve se apresentar semanalmente ao Juízo da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal. Moras determinou ainda que o militar terá seu porte de arma de fogo e registro CAC cancelados e não poderá se comunicar com outros investigados no caso, mesmo que por intermédio de terceiros.

Marcelo Câmara foi preso em 8 de fevereiro deste ano por ordem de Alexandre de Moraes, como parte da operação Tempus Veritatis (Hora da Verdade), da Polícia Federal. O inquérito conduzido pelo ministro do STF investiga suposta tentativa de golpe de Estado durante o governo Bolsonaro.

Reprodução

 

Fonte: Paulo Cappelli – Metrópoles

Leia também