Audiência de custódia em Natal resulta na liberação de 18 dos 20 presos em flagrante

Foto: Blog do BG
Foto: Blog do BG
COMPARTILHE
1695678485 | 2 min de leitura


Na tarde desta segunda-feira (25), a Audiência de Custódia do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte recebeu vinte detidos, entre homens e mulheres, que foram presos em flagrante no dia anterior, tiveram seus destinos selados diante do tribunal.

O resultado surpreendente foi a libertação de 18 dos 20 indivíduos envolvidos em diversos crimes que vão desde homicídio a tráfico, violência doméstica e furto.

A Audiência de Custódia, procedimento legal que visa garantir os direitos fundamentais dos detidos, trouxe à tona um debate acalorado sobre a justiça penal.

Dos 20 detidos apresentados perante o tribunal, 18 tiveram sua liberdade concedida, levando em consideração a avaliação de que não representavam ameaça à ordem pública ou risco de fuga.

Os crimes pelos quais foram presos variaram amplamente em gravidade, desde homicídio e tráfico de drogas até casos de violência doméstica e furto.

Enquanto alguns celebram a defesa dos direitos humanos e a presunção de inocência, outros expressam preocupação com a possível repercussão negativa na segurança pública.

O debate em torno da Audiência de Custódia continua a polarizar opiniões na sociedade natalense, reforçando a necessidade de um exame minucioso das políticas de justiça criminal e da aplicação da lei no estado.

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte permanece no centro dessa discussão, enquanto a comunidade busca o equilíbrio entre a garantia de direitos individuais e a segurança coletiva.

Blog Ponto40

Leia também