CNN Internacional omite crime de prisioneira de Israel e leva nota no X

Foto: Marah Bakir está presa desde 2015, quando tentou esfaquear um policial israelense em Jerusalém. Ela tinha 15 anos na ocasião
Foto: Marah Bakir está presa desde 2015, quando tentou esfaquear um policial israelense em Jerusalém. Ela tinha 15 anos na ocasião
COMPARTILHE
Atualizado há 3 meses | 3 min de leitura


Marah Bakir está presa desde 2015, quando tentou esfaquear um policial israelense em Jerusalém. Ela tinha 15 anos na ocasião

A CNN Internacional fez uma reportagem sobre uma prisioneira palestina de Israel e levou uma nota da comunidade na rede social X por ter omitido o motivo pela prisão.

Marah Bakir encontra-se detida desde o ano de 2015, após ter realizado uma tentativa de ataque com faca contra um policial israelense na cidade de Jerusalém. Na época, ela possuía apenas 15 anos de idade.

A mãe da detida foi entrevistada pela emissora de televisão a cabo em relação ao acordo de cessar-fogo estabelecido na madrugada de quarta-feira, 22 de novembro, que inclui a libertação de prisioneiros palestinos em troca de reféns israelenses. Não há confirmação se a jovem, que agora tem mais de 20 anos, será libertada como parte do acordo.

O artigo trata do momento em que Bakir foi preso e também menciona a idade dele nesse episódio, porém não faz referência às circunstâncias surrounding essa prisão.

No X, a nota da comunidade informa que “o vídeo não cobre o porquê da filha [da entrevistada] ter sido presa e detida. Ela tentou esfaquear um policial israelense” e adiciona um link para uma reportagem do Washington Post de 2015 sobre o episódio.

No X, a nota da comunidade indica que não é explicado no vídeo o motivo pelo qual a filha da entrevistada foi presa e detida. O “ vídeo não cobre o porquê da filha [da entrevistada] ter sido presa e detida. Ela tentou esfaquear um policial israelense” e a nota também inclui um link para um artigo do Washington Post de 2015 que aborda o caso.

Leia também