Confira a lista de fake news do influenciador petista que fatura com desinformação

Foto: Reprodução/Redes sociais
Foto: Reprodução/Redes sociais
COMPARTILHE
12/06/2024 07:56 | 6 min de leitura


O influenciador petista Thiago dos Reis tem 415 mil seguidores no Twitter/X. Seu canal no Youtube, intitulado Plantão Brasil, acumula 1,5 milhão de inscritos. O youtuber aproveitou a fama na internet para difundir fake news em seus canais de comunicação.

A lista de mentiras é longa. Em uma publicação em abril de 2023, por exemplo, Thiago afirmou que “o terrorista que assassinou quatro crianças na creche em Blumenau (SC)” tinha “várias fotos de apoio ao ex-presidente Jair Bolsonaro e ao senador Sérgio Moro (União-PR)”.

A rede social publicou uma nota para desmentir o influenciador. O Twitter/X informou que não há nenhuma menção na imprensa nem evidências nas redes sociais de que o assassino tenha vínculo com políticos.

Influenciador petista afirmou que Bolsonaro “roubou mais de 260 móveis do Palácio da Alvorada”
Em outra postagem, publicada também em abril de 2023, o influenciador petista afirmou que “Bolsonaro roubou mais de 260 móveis do Palácio da Alvorada”. “Pelo visto, os mais de 100 imóveis ganharam decoração nova”, escreveu.

Em 20 de março de 2024, entretanto, Oeste noticiou que “o governo Lula encontrou todos os 261 móveis” do patrimônio do Palácio da Alvorada.

Fake news sobre o PIB
Em junho de 2023, Thiago afirmou por meio do Twitter/X que, em quatro anos do governo Bolsonaro, “o PIB não subia mais de 1,9%”. “Só foi entrar Lula que cresce”, escreveu. Conforme noticiou Oeste em 2 de março de 2023, o PIB em 2022 cresceu 2,9%.

Já em fevereiro de 2024, o influenciador publicou um vídeo nas redes sociais que mostraria um suposto agradecimento dos palestinos ao presidente Lula pelo apoio na guerra contra Israel.

No entanto, tratava-se de uma arte produzida em outubro de 2022. Era uma homenagem que felicitava Lula pela vitória nas eleições daquele ano.

Thiago é considerado foragido da Justiça. Desde 2022, há um mandado de prisão expedido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra ele. O youtuber responde a 15 processos, que podem totalizar R$ 447 mil em indenizações.

A Justiça tentou notificá-lo em 11 endereços, sem sucesso. Thiago dos Reis afirma que mora no México atualmente. Em uma das ações, o empresário Luciano Hang o processou por alegações falsas sobre a morte de sua mãe. A Justiça determinou buscas em órgãos públicos e empresas para localizá-lo.

Fonte: Revista Oeste

Leia também