Eliminação no Big Brother da Argentina gera caos generalizado em emissora de TV; VEJA VÍDEO

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
COMPARTILHE
19/06/2024 17:43 | 3 min de leitura


A eliminação de uma participante do Big Brother Argentina causou uma confusão generalizada. Após a saída de Juliana “Furia” Scaglione, nesta quarta-feira (19), fãs do programa tentaram invadir os estúdios do reality show.

Veja:

A participante foi eliminada com 62% dos votos, mas a revolta se deu porque a participante descobriu um câncer em abril e, mesmo assim, continuou no confinamento enquanto acompanhava o diagnóstico de leucemia. Além disso, ela passa por problemas financeiros desde a morte de sua mãe, em 2019, em decorrência de um câncer.

Com a eliminação, a polícia foi chamada para conter o protesto nas portas da emissora Efe, em Buenos Aires, que pedia o retorno da sister. A participante Juliana “Furia” saiu do programa sob escolta policial. O valor do prêmio do Gran Hermano equivale a cerca de R$ 115 mil.

Participante descobre câncer durante o reality

Juliana “Furia” Scaglione, de 33 anos, recebeu o diagnóstico de leucemia após realizar exames para investigar uma infecção urinária. “Não é brincadeira, não é piada”, disse ao dar a notícia para os colegas.

“Eu tenho leucemia no estágio um. Não preciso tratá-la, apenas tirar sangue todos os meses. Pode ser que aos 40 anos eu tenha estágio três e estarei ferrada”, completou.

Furia seguiu: “Fiquem tranquilos, estou bem, senão não poderia estar aqui. Minha ideia é seguir em frente com tudo isso, que é a minha vida. Quero que fique claro que esse jogo não fez nada para eu estar assim hoje”.

Juliana ainda justificou que a causa pode ser emocional, por conta de problemas pessoais. “Acho que foi tudo que aguentei com minha família, a raiva que tenho, as coisas que não perdoei e que tenho que me libertar e curar, tenho que deixar ir”, ponderou.

Fonte: Metrópoles

Leia também