José Mayer fatura 'bolada' depois de ganhar processo; entenda

Foto: Reprodução/Instagram @josemayerarte
Foto: Reprodução/Instagram @josemayerarte
COMPARTILHE
16/05/2024 18:34 | 3 min de leitura


Fora da Globo desde 2016, José Mayer obteve uma vitória na Justiça contra o Bradesco Saúde, que foi condenado a pagar uma indenização de R$ 47.986,86 ao ator. A decisão, emitida pelo juiz Luiz Claudio Silva Jardim Marinho exigiu que a seguradora a reembolsar o artista em R$ 42.986,86, valor que ele havia desembolsado por um medicamento necessário para o tratamento de sua doença autoimune, Granulomatose de Wegener, além de R$ 5 mil por danos morais.

O processo, divulgado pela jornalista Fábia Oliveira, do Metrópoles, revela que José Mayer é titular de um plano do Bradesco Saúde há anos. No entanto, ao solicitar o reembolso do valor gasto com o remédio indicado por seu médico assistente, a seguradora negou o pedido. Além do valor do medicamento, o ator havia solicitado R$ 12 mil por danos morais, resultando em uma reivindicação de R$ 54.986,86.

Defesa do Bradesco Saúde

A defesa do Bradesco Saúde sustentou que a apólice de José Mayer continha uma cláusula de exclusão de cobertura para despesas com medicamentos e atendimentos ambulatoriais de urgência e emergência. “Aduz que o medicamento requerido não está arrolado no rol taxativo de procedimentos e eventos em saúde estabelecido na resolução normativa nº 465/21 da ANS. Argumenta que é necessário preservar o equilíbrio econômico e financeiro do contrato, não cabendo reembolso e reparação por dano moral, defendendo a improcedência dos pedidos”, consta na justificativa da seguradora.

Apesar da argumentação do Bradesco Saúde, a Justiça decidiu a favor de José Mayer. Segundo a sentença, a seguradora não apresentou uma justificativa plausível para a recusa do reembolso solicitado pelo ator. A decisão judicial condenou o Bradesco Saúde a restituir o valor gasto por Mayer com o medicamento e a pagar uma indenização por danos morais, embora em um valor inferior ao solicitado inicialmente pelo ator. A empresa recorreu da decisão recentemente.

Fonte: TV Pop

Leia também