Sinais de alerta de doença que pode passar sem diagnóstico por anos

Foto: masterwilu/DepositPhotos
Foto: masterwilu/DepositPhotos
COMPARTILHE
13/06/2024 18:43 | 5 min de leitura


O diabetes é uma doença que pode passar anos sem ser descoberta, apesar dos sinais. O problema é que essa demora no diagnóstico pode favorecer o aparecimento de complicações e até levar a morte.

Só no Brasil, mais de 16 milhões de pessoas vivem com algum tipo de diabetes. Esse número faz o país ser o quinto em incidência da doença no mundo. Porém, a Sociedade Brasileira de Diabetes estima que mais de 46% da população não sabem que têm a doença.

Quais os tipos de diabetes?

Diabetes Tipo 1

Em algumas pessoas, o sistema imunológico ataca equivocadamente as células beta. Logo, ocorre pouca ou nenhuma liberação de insulina para o corpo. Como resultado, a glicose fica no sangue, em vez de ser usada como energia.

Esse é o processo que caracteriza o Tipo 1 de diabetes, que concentra entre 5 e 10% do total de pessoas com a doença.

O tipo 1 aparece geralmente na infância ou adolescência, mas pode ser descoberto em adultos também. O tratamento para essa variedade sempre inclui insulina, medicamentos, planejamento alimentar e atividades físicas, para ajudar a controlar o nível de glicose no sangue.

Diabetes Tipo 2

O Tipo 2 aparece quando o organismo não consegue usar adequadamente a insulina que produz; ou não produz insulina suficiente para controla a taxa de glicemia.

Cerca de 90% das pessoas com diabetes têm o Tipo 2. Ele se manifesta mais frequentemente em adultos, mas crianças também podem apresentar.

Dependendo da gravidade, é possível controlá-lo com atividade física e planejamento alimentar. Em outros casos, exige o uso de insulina e/ou outros medicamentos para controlar a glicose.

Diabetes gestacional

Ocorre temporariamente durante a gravidez. As taxas de açúcar no sangue ficam acima do normal, mas ainda abaixo do valor para ser diabetes tipo 2.

Mulheres com a doença têm maior risco de complicações durante a gravidez e o parto. Também implica risco aumentado do desenvolvimento posterior de diabetes para a mãe e o bebê.

Quais os primeiros sinais do diabetes?

- Sede anormal
- Necessidade de urinar com frequência
- Fome constante
- Perda de peso
- Fadiga

Esses sintomas podem ocorrer repentinamente. Os sintomas do diabetes Tipo 2 e do Tipo 1 são geralmente semelhantes, mas geralmente são menos claros no Tipo 2.

Como resultado, o diagnóstico pode chegar vários anos após o início, após o aparecimento de complicações. Por esse motivo, é importante estar atento aos fatores de risco.

Quais os fatores de risco do diabetes?

- Pressão alta
- Colesterol alto ou alterações na taxa de triglicérides no sangue
- Sobrepeso, principalmente se a gordura estiver concentrada em volta da cintura
- Pais, irmãos ou parentes em primeiro grau com diabetes
- Doenças renais crônicas
- Histórico de doenças cardiovasculares
- Tabagismo
- Mulher que deu à luz criança com mais de 4kg
- Diabetes gestacional
- Síndrome de ovários policísticos
- Diagnóstico de distúrbios psiquiátricos, como esquizofrenia, depressão, transtorno bipolar
- Apneia do sono
- Uso de medicamentos da classe dos glicocorticóides

Além disso, também existem os fatores genéticos e a ausência de hábitos saudáveis, como dieta desequilibrada e falta de atividades físicas.

Fonte: Catraca Livre

Leia também